VÍDEO: Vendaval faz telhados, fachadas e até placa de energia solar voarem em Palmas

0
136

Segundo os comerciantes, materiais voaram a uma distância de 100 metros e caíram em quintais de vizinhos e outros comércios na tarde desta sexta-feira (13). Ventania causa destruição na região Sul de Palmas
A forte chuva que caiu em Palmas na tarde desta sexta-feira (13) causou diversos estragos a comércios do Jardim Aureny III, na região sul de Palmas. A força dos ventos fez com que telhados e estruturas de madeira voassem. Até uma placa de energia solar saiu do lugar. Quando caíram, deixaram um rastro de destruição.
Imagens divulgadas nas redes sociais mostram o momento em que telhas e outros materiais saem literalmente voando. Na rua 24, placas de ferro caíram e as próprias telhas e um restaurante destruíram a estrutura.
Chuva arranca telhados no Aureny III
Divulgação
A proprietária informou à TV Anhanguera que o local existe há 10 anos e que eles ainda estão avaliando o tamanho do prejuízo. Mas felizmente ninguém se feriu.
Em um salão de beleza, o forro começou a cair enquanto clientes eram atendidos. A dona, que está grávida de cinco meses, contou que os pedaços do teto começaram a cair em cima das pessoas que estavam no local e todos saíram correndo.
Vento arranca estrutura no Aureny III
Reprodução
Uma estrutura de energia solar que pesa mais de mil quilos voou. Fachadas de lojas também foram parar a uma distância de mais de 100 metros e caíram em quintais de vizinhos e outros comércios.
Salão destruído após chuva no Aureny III
Cíntia Ribeiro/TV Anhanguera
Segundo comerciantes, pelo menos seis estruturas entre casas e comércios tiveram telhados destruídos durante o vendaval.
Três alertas
Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há três alertas de fortes chuvas para o Tocantins. Eles valem até este sábado (14) e destacam que podem haver temporais com ventos intensos, que vão de 60 a 100 km/h.
Com isso, aumentam os riscos de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. Por isso, a população precisa ficar em atenção e em qualquer problema acionar Defesa Civil (199) ou o Corpo de Bombeiros (193).
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins