Sindicato denuncia que salada com larva foi servida para profissionais do Hospital Geral de Palmas

0
47

Comida da unidade vem sendo alvo de reclamações desde o ano passado. Justiça determinou apresentação de cronograma para adequação do setor e estado diz que obra está sendo feita. Larva encontrada em salada que teria sido servida no HGP
Seet/Divulgação
A alimentação servida no Hospital Geral de Palmas (HGP) voltou a ser alvo de reclamação dos profissionais da enfermagem nesta quinta-feira (12). Desta vez o sindicato da categoria denunciou que uma larva foi encontrada na salada servida no durante o almoço.
A empresa responsável pela alimentação no HGP é a FBK Alimentação, que também atende outras unidades da rede estadual. A empresa afirmou em nota que “não há elementos suficientes que provem que a foto se refere às refeições distribuídas pela empresa”. Veja nota completa abaixo.
A comida da unidade vem sendo alvo de reclamações desde o ano passado. Em outubro um profissional foi surpreendido ao encontrar larvas de mosca em um pedaço de frango. Em outra ocasião tinha sido encontrada uma lesma também na salada.
A situação foi denunciada pelo Sindicato dos Profissionais da Enfermagem (Seet) e confirmada ao g1 pelo presidente da categoria, João Batista Alves das Neves. “Informamos que as notificações feitas ao HGP serão reiteradas e que todas as medidas judiciais cabíveis serão executadas”, diz comunicado publicado pelo Seet.
O secretário de saúde, Afonso Piva, informou que o caso está sendo apurado e há um processo para licitar novamente o serviço de alimentação do HGP e demais unidades para outra empresa. “A empresa está sob processo de sindicância, podendo ser punida ou não de acordo com a decisão da nossa corregedoria”, afirmou em entrevista à TV Anhanguera.
Secretário de Saúde fala sobre reforma na cozinha do Hospital Geral de Palmas
Ação pede melhorias
O setor de alimentação do HGP é alvo de uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Tocantins. Nesta semana a Justiça deu prazo até 16 de fevereiro para que a Secretaria de Estado da Saúde apresente um cronograma para reforma e adequações no refeitório e cozinha da unidade.
A decisão também deu o mesmo prazo para a empresa Fabrika Nutrição e Alimentação comprovar a adequação dos serviços conforme apontamentos feitos pela Vigilância Sanitária de Palmas, após inspeção no local.
A firma deverá corrigir o fluxo de boas práticas de manejo e manipulação dos alimentos, entre outras determinações.
O secretário afirmou que as obras já estão sendo feitas em todo hospital.
“Na lavanderia e cozinha é mais complicado porque eu tenho pessoas trabalhando. As obras estão em andamento, mas tenho que deslocar essas pessoas e adequar situações no hospital para entender ambas. A empresa [de alimentação] já se prontificou a se colocar em outro ambiente e a gente está fazendo um espaço para os servidores comerem”, disse Afonso Piva em entrevista à TV Anhanguera.
Segundo ele, o prazo para conclusão das obras é de oito meses.
O que diz a empresa
A Fabrika Nutrição informa que não há elementos suficientes que provem que a foto se refere às refeições distribuídas pela empresa. A imagem mostra detalhes de folhas de alface que podem nem mesmo terem sido servidas no Hospital Geral de Palmas (HGP).
A Fábrika destaca ainda que irregularidades nas refeições devem ser denunciadas à direção do HGP para análise técnica e perícia, o que não ocorreu até o momento.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins