Secretaria da Segurança cede equipamentos e insumos ao Laboratório Central do Estado para aumento da capacidade de testes da Covid-19

0
154

Os equipamentos e insumos já estão disponíveis para a Secretaria de Estado da Saúde.

 

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-TO) cedeu equipamentos e doou insumos do Laboratório de Genética Forense, unidade da Superintendência de Polícia Científica do Tocantins ao Laboratório Central do Estado do Tocantins (Lacen). A transferência dos equipamentos e dos insumos foi oficializada por meio da assinatura de um Termo de Cessão firmado com a Secretaria de Estado da Saúde na última sexta-feira, 17. O objetivo é ampliar a infraestrutura utilizada pelo Lacen e aumentar a capacidade de realização de testes para identificação de novos casos da doença causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

 

Foram cedidos termobloco, refrigerador e outros equipamentos de alta tecnologia para quantificação em tempo real, que é a técnica atualmente utilizada para confirmação das infecções pelo coronavírus. Além da cessão dos equipamentos, a SSP doou cerca de 500 (quinhentos) tubos para centrifugação e 10 mil ponteiras para pipetadores automáticos, que são equipamentos utilizados para a garantia de precisão dos resultados em análises clínicas.

 

Para o secretário da Segurança Pública, Cristiano Barbosa Sampaio, a parceria é mais uma significativa medida implementada pela SSP no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Tocantins. Ele lembra que graças a um trabalho conjunto da SSP com a Secretaria Municipal de Saúde de Palmas foi possível iniciar o mapeamento georreferenciado para monitoramento da Covid-19 na Capital. O trabalho, devidamente autorizado pelos pacientes infectados, é realizado por meio do cruzamento de dados captados por peritos criminais nos aparelhos celulares. Os dados proporcionam uma melhor tomada de decisões e planejamento de ações governamentais para redução do índice de contágio na região.

 

A superintendente de Polícia Científica, Dunya Wieczorek Spricigo de Lima, por sua vez destacou que a atividade essencial do Laboratório de Genética Forense do Estado é produzir prova pericial em procedimentos investigativos da Polícia Civil, mas que é preciso unir esforços no enfrentamento à pandemia, pois o momento é de calamidade e emergência de saúde pública mundial.

Créditos: Camilla Negre e Shirley Cruz