Polícia Civil apreende arma de fogo e objetos que seriam utilizados em crimes no sul do estado

0
119

Investigações da Polícia Civil do Tocantins impede possível ação criminosa que seria praticada no sul do Estado.

 

Policiais Civis da 3ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (3ª DHPP de Gurupi), coordenados pelo delegado Hélio Domingos de Assis Pereira, deflagram, no final da tarde da última terça-feira, 2, uma operação de combate à criminalidade. A ação resultou na apreensão de vários objetos que seriam utilizados na prática de roubos de cargas na região Sul do estado.

Foram apreendidos bloqueador de sinal (GSM/GPS), tesoura corta vergalhão, um revólver calibre 38, municiado com seis cartuchos intactos e outros objetos que seriam utilizados no roubo. Na mesma ação, a Polícia Civil também efetuou a prisão de um indivíduo de 34 anos por crime de posse ilegal de arma de fogo.

De acordo com o delegado Hélio Domingos, as investigações foram iniciadas depois que a equipe da 3ª DHPP recebeu denúncia anônima informando que havia pessoas hospedadas em um hotel da cidade e que o objetivo delas era praticar crimes de roubos a veículos de cargas na cidade.

Com as informações, os policiais civis da 3ª DHPP e agentes da 8ª Divisão de Repressão ao Crime Organizado (8ª DEIC) foram até o local e identificaram quatro pessoas suspeitas, as quais acabaram por confessar que estavam na cidade para executar a empreitada criminosa. Os suspeitos foram levados até a Central de Flagrantes de Gurupi, onde foram ouvidos e liberados, com exceção de um homem de 34 anos, que foi flagrado com a arma de fogo e por isso foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o indivíduo foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Gurupi, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

 

Por: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins