Motoristas que não frearem em curva podem cair em precipício após desmoronamento na TO-130

0
39

Desmoronamento é no quilômetro 431, entre as cidades de Ponte Alta do Tocantins e Santa Tereza. Estrada dá acesso a pontos turísticos do Jalapão e também serve para escoamento de produção agrícola. Desmoronamento na TO-030 preocupa moradores da região sudeste do estado
A situação da TO-130 segue causando transtorno e risco para os usuários. Desta vez o problema foi o desabamento de um pedaço da estrada que fica depois de uma curva em uma ladeira. Quem não conseguir frear a tempo e pegar o desvio corre risco de cair em um precipício.
A Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto) informou que está fazendo estudos topográficos sobre o terreno para uma solução mais adequada e vai melhorar a sinalização o mais rápido possível. (Veja nota completa abaixo)
O desmoronamento é no quilômetro 431, entre as cidades de Ponte Alta do Tocantins e Santa Tereza. Problema que segundo a população vem se arrastando ao longo dos anos. O Sebastião Aires conta que obras até são feitas, mas basta a chuva vir que o asfalto vai embora.
“Toda vida essa ladeira deu problema, acidente. Quando não tinha asfalto muitos ônibus não subiam. Fez o asfalto e não melhorou nada”, disse o lavrador Sebastião Aires.
LEIA TAMBÉM
Condições da TO-030 afetam produtores que precisam fazer transporte de grãos e verduras
Erosão engole parte da TO-030 e gera risco para moradores e turistas do Jalapão
Encosta da TO-030 desliza perto de Taquaruçu e Ageto alerta para risco de novos desmoronamentos
A estrada é uma via importante, que além de dar acesso a pontos turísticos do Jalapão também serve para escoamento de produção agrícola. Por isso o tráfego de carretas é constante.
Rodovia termina em um precipício e causa risco a motoristas
TV Anhanguera/Reprodução
Quem vai de Ponte Alta do Tocantins sentindo Santa Tereza encontra o problema bem depois da curva. Segundo os moradores, a característica do local torna o trecho ainda mais perigoso porque nem sempre os veículos conseguem parar.
“Cair um veículo aí não escapa ninguém não. Não tem como escapar porque a altura é muito grande, quem vem com velocidade o risco é muito grande. Tem umas placas aí, mas já caíram tudo. Aqui tem mais de 90 dias que está parada essa obra”, reclamou o lavrador Luiz de Sousa.
Logo depois do precipício tem uma cruz indicando que uma pessoa morreu no local no dia 12 de julho de 2020. Segundo a população o último desmoronamento da rodovia aconteceu em janeiro de 2022, logo depois que ela havia sido reformada.
O Pedro Henrique Jorge é empresário da região e reclama do descaso. “Eles arrumaram, mas demorou quatro meses e cedeu novamente. Colocam aterro, mas se chover muito não suporta e é em uma curva, tem o risco de acidente”, disse o Pedro Henrique Jorge.
O que diz a Agento
O Governo do Tocantins por meio da Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto) informa que está ciente das condições da rodovia TO-130, trecho Ponte Alta do Tocantins – Santa Tereza e que está trabalhando para sanar os problemas.
No momento estão sendo feitos estudos topográficos mais aprofundados sobre o terreno para a definição de uma solução mais adequada e permanente para que não ocorra novos deslizamentos no local.
A falha na sinalização é uma demanda de urgência que será sanada o mais breve possível.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins