Minas Gerais uniu o Sepultura à cachaça: baixista explica por que a banda investe na bebida

0
60

Paulo Jr participou do podcast do g1 que conta como surgiu a caipirinha e traz curiosidades sobre a chegada da cana-de-açúcar ao Brasil. Paulo Jr, baixista do Sepultura: “Uma cachaça de boa qualidade é sempre bem-vinda”, conta.
Marina Melchers
Pinga, mé, saideira, marvada… a lista é longa para se referir à cachaça, bebida brasileira feita a partir da cana-de-açúcar e que é ingrediente principal da caipirinha, outro ícone nacional.
A banda Sepultura investe em uma marca de cachaça desde 2017. Até agora a banda já teve parceria com duas destilarias.
Em entrevista ao podcast “De onde vem o que eu como”, o baixista Paulo Jr lembrou que sempre que volta para Belo Horizonte aproveita para tomar uma cachacinha. E explicou que a origem mineira fez com que a banda apostasse no negócio. Ouça abaixo.
“Gosto, sim , de tomar uma boa cachaça, saborear com moderação e comer um torresminho, né? Faz parte da nossa cultura de boteco!”, contou.
Banda Sepultura investe em marca de cachaça desde 2017.
Marcos Hermes
É Minas, uai
Minas Gerais é o maior produtor de cachaça do país: quase 70% dos estabelecimentos que fabricam a bebida estão no estado, segundo o Anuário da Cachaça de 2021.
A cachaça do Sepultura, que leva o nome da banda, é produzida em Sacramento, na região do Triângulo Mineiro.
Mas a Capital Nacional da Cachaça é o município de Salinas, no norte do estado. O produtor Aldeir Xavier conta que, por lá, a bebida é herança de família.
“Aqui em Salinas é comum encontrar produtores de cachaça que vêm de famílias com tradição na bebida há muito tempo”, reforça Xavier.
‘Cock-tail’ em tradução literal do inglês: rabo de galo, drinque brasileiro com cachaça.
Albert Coelho/Arquivo Pessoal
Gracyanne Barbosa consome 40 ovos por dia; ela dá receita de pudim de clara no novo podcast do g1
De onde vem o que eu como: g1 vai à ‘capital do morango’ e explica por que ele não é fruta
Sabia que as hortaliças tomam ‘banho’ com sabão?
De onde vem?
A cana-de-açúcar chegou ao Brasil no século 16. Mas a origem dessa planta é a Ásia, como explica o pesquisador Mauro Xavier, do Instituto Agronômico:
“O centro de origem da cana são as ilhas de Java, da Indonésia e da Nova Guiné. Depois ela foi para a Índia, de lá para o Egito e depois para a Europa. Com as navegações, a cana chegou ao Brasil”.
Cana é matéria-prima que gera energia elétrica para 12 milhões de residências do país
Resíduos da cana-de-açúcar geram o biogás, que vira energia elétrica e combustível substituto do diesel
O segundo episódio do podcast “De onde vem o que eu como” traz muitas outras curiosidades sobre a cachaça, a cana-de-açúcar e a caipirinha.
Você sabe por que a caipirinha foi inventada? Conhece todos os apelidos da cachaça? Sabe diferenciar cachaça e aguardente? Então, bora ouvir o podcast!
2º episódio do podcast “De onde vem o que eu como” vai trazer curiosidades sobre a caipirinha e a cachaça
Foto: Comunicação/Globo

Fonte: G1 Entretenimento