Itamaraty retira diplomata indicado por Bolsonaro do cargo de embaixador do Brasil nos EUA

0
58

Nestor Forster Júnior estava na função desde 2019. Remoção foi determinada pelo novo chanceler, ministro Mauro Vieira; substituto ainda não foi indicado. Nestor José Forster Junior, em foto de fevereiro de 2020
Geraldo Magela/Agência Senado
O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, determinou nesta segunda-feira (9) a retirada do diplomata Nestor Forster Júnior do cargo de embaixador do Brasil em Washington (EUA).
O ato foi publicado no “Diário Oficial da União” e não informa se a remoção foi a pedido. O substituto de Forster na embaixada nos Estados Unidos ainda não foi indicado.
Conforme a publicação, Forster foi transferido para a Secretaria de Estado do Itamaraty.
Diplomata de carreira, Nestor Forster Júnior assumiu a função de forma interina em 2019. Em 2020, foi indicado pelo então presidente Jair Bolsonaro para assumir o cargo de maneira definitiva.
Ele foi sabatinado no Senado e teve seu nome aprovado pelos parlamentares em setembro de 2020.
Forster foi indicado para a função após Bolsonaro ter desistido de designar o filho Eduardo Bolsonaro, deputado federal, para o cargo.
Quando Bolsonaro anunciou que indicaria o filho para a embaixada, houve repercussão negativa entre diplomatas e políticos. O então presidente desistiu, e Forster, que já atuava na embaixada, acabou assumindo o cargo.
Medalha para Olavo de Carvalho
Nestor Forster concedeu a medalha da Ordem do Rio Branco para o escritor Olavo de Carvalho, que tinha influência sobre a chamada ala ideológica do governo Bolsonaro.
Na ocasião em que entregou a medalha, Forster elogiou o escritor, afirmando que Olavo de Carvalho contribuiu para a filosofia e a cultura brasileira, desenvolvendo uma “atividade docente igualmente original” e formando “uma nova classe intelectual no Brasil”.
Olavo de Carvalho morreu em janeiro do ano passado.
Embaixada nos EUA
A Embaixada do Brasil nos Estados Unidos é uma das principais representações do país no exterior e costuma ser ocupada por diplomatas com vasta experiência internacional.
Texto publicado no site do Ministério das Relações Exteriores afirma que os Estados Unidos são o segundo maior parceiro comercial do Brasil (atrás somente da China) e principal destino das exportações brasileiras.

Fonte: G1 Mundo