Ipobe realiza segunda etapa de testes rápidos para pesquisa sobre o coronavirus nas residências de Gurupi

0
136

Gurupi recebe pela segunda vez os pesquisadores do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) que realiza mais uma etapa da pesquisa que visa levantar o número de casos de infecção pelo Coronovírus. Dez pesquisadores visitarão os domicílios gurupiense entre os dias 04 e 06 de junho para a coleta de 250 testes rápidos. Esse estudo é realizado pela Universidade Federal de Pelotas, financiado pelo Ministério da Saúde e executado pelo Ibope Inteligência.

Para a realização do teste é coletado uma gota de sangue na ponta do dedo e essa amostra é analisada em poucos minutos. Esse teste detecta a presença de anticorpos, que são as defesas que o organismo produz contra o vírus somente depois de sete a dez dias do momento do contágio.

Essa pesquisa está sendo realizada em todo o Brasil, de acordo com o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Segundo o coordenador da pesquisa em Gurupi, o enfermeiro Ribamar Cabral, a pesquisa terá uma terceira etapa após 15 dias dessa segunda amostra, porque o vírus tem um período de incubação e esse retorno é para medir se os números de casos aumentaram. Todos os dados, conforme ele, serão encaminhados posteriormente às Secretarias Municipais de Saúde.

O secretário municipal de Saúde, Antônio Carlos Pakalolo, destaca a importância desse estudo e pede que a população receba os pesquisadores e colaborem. Ele enfatiza que os profissionais estarão usando equipamentos de proteção e tomarão todas as medidas de segurança. Segundo o secretário, os dados vão auxiliar para detalhar melhor a proporção do vírus entre a população e subsidiar propostas de combate à propagação do vírus.

Ao receber o pesquisador, o morador deverá assinar um termo de consentimento de participação da pesquisa, em seguida será aplicado o teste rápido para o coronavírus e também precisará responder um breve questionário.

 

Por: Secom/Gurupi