Homem encontrado morto com faca cravada no peito também levou dois tiros, diz PM

0
44

Crime aconteceu durante uma confraternização em uma casa no Aureny III, em Palmas. Suspeito também teria se ferido e fugiu do local levando carro da vítima. Crime aconteceu dentro de uma casa do Aureny III
Ana Paula Rehbein/TV Anhanguera
Além de ter levado várias facadas pelo corpo e ser encontrado com a faca ainda cravada no peito, Charles da Silva de Oliveira, de 40 anos, também levou dois tiros. A polícia acredita que o suspeito do crime também se feriu, mas ele ainda não foi encontrado.
O crime aconteceu na tarde desta quarta-feira (11) no Aureny III, na região sul de Palmas, durante uma confraternização. Depois de matar Charles, o suspeito ainda roubou o carro da vítima e fugiu do local. O veículo foi localizado horas depois, perto de um residencial popular na região sul da capital.
LEIA TAMBÉM
Homem é encontrado morto com faca cravada no peito em quintal de casa na região sul de Palmas
Onze pessoas são assassinadas no Tocantins nos primeiros dez dias de 2023
A Polícia Militar informou que o carro estava com muito sangue por dentro e por fora, nas portas e lataria. Por isso há suspeita de que o suspeito também tenha se ferido.
A vítima foi encontrada no quintal com a faca ainda cravada no peito. Segundo o delegado Eduardo Menezes, a perícia recolheu materiais entre digitais e sangue, já que o suspeito também teria se ferido na briga com Charles.
Homem é assassinado durante briga no Aureny III
“Vamos tentar levantar o histórico de convivência dessa vítima para identificar quem é o autor que estava com ele nesse momento de entretenimento que acabou gerando esse crime”, disse.
Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi chamada, mas só confirmou a morte da vítima. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o caso.
A Polícia Militar (PM) informou que Charles tinha passagem pela polícia por outros crimes. Ele também teria sofrido tentativas de homicídio outras duas vezes, a última uma semana antes de ser de fato assassinado.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins