Guarda Metropolitana Ambiental recolhe filhote de veado-catingueiro na região Sul da Capital

0
165

O animal foi recolhido sem ferimentos e entregue ao Centro de Fauna do Tocantins

Um filhote de veado-catingueiro foi recolhido na tarde desta terça-feira, 21, pela Divisão Ambiental da Guarda Metropolitana de Palmas, no Jardim Aureny II. O animal foi encontrado pela estudante de enfermagem Mikaele Oliveira da Silva, vagando pelas TO-020, entre Taquaruçu e Buritirana.

“No final de semana eu e minha família fomos para uma chácara e encontramos o filhotinho próximo a uma estrada de chão”, contou ela, explicando que o mesmo chorava muito, andando de um lado para outro, sendo que ela e sua família ficaram com receio dele ser atropelado. “Então levamos o filhotinho para chácara e depois trouxemos ele para Palmas”, disse a estudante.

Mikaele revelou que enquanto esteve sob os seus cuidados o animal foi alimentado com leite em uma mamadeira. Logo após, a estudante pediu ajuda ao seu professor que trabalha no Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), que entrou em contato com a Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), solicitando o recolhimento do animal.

Foto: GMP Ambiental

O filhote de veado estava sem ferimentos e foi recolhido pela Divisão Ambiental da GMP e em seguida entregue ao Centro de Fauna do Tocantins (Cefau/Naturatins).

De acordo com o guarda metropolitano que atendeu ao chamado Manoel Teodoro, provavelmente a mãe do filhote foi morta por caçadores.

Para Mikaele Oliveira a volta do animal silvestre ao seu habitat natural a deixou muito feliz. “Eu não sabia como lidar com ele, um animal muito dócil e pequeno. Foi de doer o coração vê-lo sozinho lá na estrada”, disse.

A Guarda Metropolitana de Palmas informa que as pessoas que encontrarem animais silvestres abandonados ou feridos podem entrar em contato com a GMP pelo telefone 153. A equipe é preparada para atuar no recolhimento de animais silvestres.

 

Por: Marcio Greick