Ezra Miller se declara culpado em caso de invasão, recebe multa e faz acordo para liberdade condicional

0
41

Ator foi acusado de entrar em uma casa vazia e roubar bebidas em Vermont. O valor da multa é de US$ 500 (cerca de R$ 2,6 mil). Ezra Miller, o The Flash dos cinemas, na pré-estreia de ‘Liga da Justiça’ em Los Angeles
Mario Anzuoni/Reuters
O ator Ezra Miller se declarou culpado nesta sexta-feira (13) de uma acusação de invasão de propriedade e roubo de bebidas alcóolicas em Vermont, nos Estados Unidos. As informações são da revista “Variaty” e da agência de notícias Associated Press.
Miller, astro de “Animais Fantásticos” e “The Flash”, aceitou um acordo judicial para evitar a prisão. Ele deve pagar uma multa de US$ 500 (cerca de R$ 2,6 mil na conversão direta de hoje) e um ano de liberdade condicional.
Como parte do acordo judicial, Miller aceitou 41 condições, que incluem não beber, testes aleatórios de drogas e o compromisso de continuar buscando tratamento de saúde mental.
Ray Fisher, Ben Affleck, Jason Momoa, Ezra Miller e Gal Gadot formam a ‘Liga da Justiça’
Divulgação
O ator, de 30 anos, foi acusado de entrar na casa de um vizinho e roubar garrafas de bebidas alcóolicas em maio do ano passado. Inicialmente, ele foi acusado de invasão de propriedade, de roubo e de pequeno furto. No entanto, estes dois últimos forma retirados. Se estivessem ainda no processo, Miller poderia ter enfrentado uma sentença máxima de 25 anos de prisão.
Segundo a Associated Press, a juíza Kerry Ann McDonald-Cady disse a Miller que estas acusações poderiam ser reapresentadas se ele não cumprir com o acordo.
Durante a audiência de 30 minutos em Bennington, o ator respondeu às questões da juíza, mas preferiu não dar declarações. Após a audiência, a sua advogada, Lisa Shelkrot, enviou a declaração em nome do artista.
Ezra Miller em evento da ‘Vogue’, em 2018
Evan Agostini/Invision/AP
“Ezra gostaria de agradecer ao tribunal e à comunidade pela confiança e paciência ao longo deste processo e, mais uma vez, gostaria de reconhecer o amor e o apoio que receberam de sua família e amigos, que continuam sendo uma presença vital em sua continuidade. saúde mental”, diz o comunicado.
Miller se declarou inocente em outubro de roubar bebida da casa de um vizinho em Vermont. A polícia estadual respondeu a uma denúncia de roubo em Stamford em 1º de maio e descobriu que várias garrafas de álcool foram levadas enquanto o proprietário estava fora.
O proprietário disse que era amigo de Miller há cerca de 18 anos e comprou a casa há um ano e meio em Stamford, onde Miller também tinha uma casa, de acordo com o depoimento da polícia. Miller foi acusado depois que a polícia consultou imagens de vigilância e entrevistou testemunhas.
Jude Law, Ezra Miller, Claudia Kim, Zoë Kravitz, Callum Turner, Katherine Wasterson, Eddie Redmayne, Dan Fogler, Alison Sudol e Johnny Depp fazem parte do elenco de ‘Animais fantásticos: Os crimes de Grindelwald’
Divulgação/Warner Bros.
Desde 2020, a vida de Miller longe das câmeras tem gerado mais notícias do que suas atuações. Astro da saga cinematográfica “Animais Fantásticos” e do filme ainda não lançado do “The Flash”, o ator já foi detido duas vezes no Havaí e filmado estrangulando uma mulher, em 2020.
Em agosto do ano passado, ele enviou um comunicado em que pede desculpas pelo seu comportamento e afirma ter problemas de saúde mental. Na mesma declaração, o ator diz que já está fazendo tratamento.
O comportamento problemático de Miller causou preocupação na Warner Bros., que tem o ator nas duas grandes produções, “The Flash” e “Animais Fantásticos”, spin-off da saga de “Harry Potter”. Segundo a revista “Variety”, a produtora apoia a decisão do ator de procurar ajuda profissional.
“The Flash” tem estreia prevista para 2023 e vai contar com a presença de Ben Affleck e Michael Keaton como Batman.

Fonte: G1 Entretenimento