Em Caseara, homem é preso pela Polícia Civil após barco afundar e vitimar criança de três anos

0
99

Homem foi preso em flagrante, mas pagou fiança e responderá em liberdade pelo crime de homicídio culposo

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 54ª Delegacia de Polícia de Caseara, efetuou neste domingo, 30, a prisão em flagrante de um homem de 32 anos pelo crime de homicídio culposo de uma criança do sexto masculino de três anos de idade, morta por afogamento por volta das 16 horas deste domingo, no Lago do Casé, nas proximidades do Porto do Horário.
Conforme o delegado-chefe da 54ª DPC de Caseara, Antônio Onofre, a criança morta estava no barco pilotado pelo homem preso juntamente com quatro outras crianças, incluindo uma de colo; e cinco pessoas adultas, e todas estavam sem colete salva-vidas. Segundo o Delegado, depois do desembarque de um dos passageiros, o barco começou a afundar.
“Lamentavelmente, a criança foi encontrada 30 minutos depois presa num motor que estava dentro da embarcação”, explicou o Delegado ao ressaltar que, preliminarmente, a Perícia Criminal apurou que o barco estava bastante avariado, com lotação acima de sua capacidade e o piloto estava com a autorização vencida.
Segundo apurado pelo delegado Antônio Onofre, o barco utilizado pelo homem não pertencia a ele. Havia sido tomado emprestado para ir buscar as 10 pessoas que estavam acampadas em uma praia do Rio Araguaia.
Logo depois do acidente, o Delegado foi acionado, pois a Polícia Militar local estava atendendo a um outro chamado. Ao tomar conhecimento do fato, Antônio Onofre, que estava em sua folga, de imediato realizou o levantamento da situação e efetuou sozinho todos os procedimentos para a prisão do homem, que pagou fiança e responderá em liberdade.

 

Por: Shirley Cruz / Governo do Tocantins