Dorinha articula e professores não terão salários congelados até 2021

0
119

A parlamentar teve participação decisiva na articulação, apreciação e votação da emenda que proibiu o congelamento de salário para professores no exercício de 2020 até o ano de 2021. 

 

Um destaque defendido pela Deputada Professora Dorinha (DEM) durante a votação do programa de enfrentamento ao coronavírus com crédito emergencial para os estados, na Câmara dos Deputados, garantiu que os professores não terão salários congelados até 2021. A categoria não será submetida a estagnar a evolução de seus rendimentos durante a recuperação econômica e fiscal do país em virtude da crise do coronavírus.

Dorinha teve participação decisiva na articulação, apreciação e votação da emenda que proibiu o congelamento de salário para professores no exercício de 2020 até o ano de 2021.

Ao encaminhar o voto, usando o tempo de Líder da Bancada Feminina, a parlamentar destacou o desafio dos profissionais da Educação em garantir que “nenhuma criança fique para trás, sendo prejudicada no rendimento escolar, em virtude do isolamento social”. E chamou a atenção para o fato de que proteger os profissionais da Educação “é proteger milhares de chefes de famílias, em sua maioria, mulheres. São mais de 2 milhões de professoras em todo país”, defendeu a parlamentar.

O encaminhamento do voto de Dorinha, também advertiu que “não há justificativa para não tratar a Educação da forma que ela tem que ser tratada – como prioridade. Os profissionais da área terão que,lidar, com diversidade no campo, nas aldeias e nas cidades, após a crise. Estarão, dessa forma, expostos. Se não fosse uma situação de risco, não precisariam estar em isolamento agora”, refletiu.

A parlamentar comemorou a vitória do destaque e lamentou orientações contrárias aos professores. Para ela, ignorar a excepcionalidade da Educação diante do enfrentamento do coronavírus, é “incoerente”.

 

Por: T1 Notícias