Donald Trump diz que FBI roubou três passaportes dele em Mar-a-Lago

0
43

‘Wow. Na operação do FBI em Mar-a-Lago eles roubaram meus três passaportes (um deles vencido) junto com todas as outras coisas’, afirmou o ex-presidente dos Estados Unidos. Ex-presidente americano, Donald Trump, durante comemoração na sua casa de Mar-a-Lago em 21 de dezembro de 2016
Carlos Barria/REUTERS
O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou nesta segunda-feira (15) que o FBI levou três passaportes dele na operação de busca e apreensão na casa dele em Mar-a-Lago, na Flórida, no dia 8 de agosto.
Trump escreveu uma mensagem na rede social Truth Social: “Wow. Na operação do FBI em Mar-a-Lago eles roubaram meus três passaportes (um deles vencido) junto com todas as outras coisas. Esse é um ataque a um político oponente em um nível nunca visto antes no nosso país. Terceiro Mundo.”
Naquele dia, o FBI apreendeu 11 conjuntos de documentos confidenciais, entre os quais havia quatro que eram ultrassecretos e três secretos.
Leia também
Documentos divulgados pela Justiça indicam que Trump pode ter cometido infrações puníveis com até 20 anos de prisão; entenda
Justiça divulga mandado que motivou operação do FBI na casa de Trump; ex-presidente tinha documentos ultrassecretos
O que se sabe sobre as buscas do FBI na mansão de Donald Trump na Flórida
Documentos oficiais revelam que Donald Trump é investigado por espionagem
No total, foram apreendidos mais de de 30 itens em mais de 20 caixas, pastas de fotos, uma nota manuscrita e a concessão executiva de clemência para Roger Stone, um aliado de Trump, amigo de longa data do ex-presidente. Também foram incluídas na lista informações sobre o “presidente da França”.
Foi o Departamento de Justiça (órgão equivalente ao Ministério da Justiça) que pediu um mandado ao juiz Bruce Reinhart para revistar a casa do ex-presidente. Ao fazer o pedido, o departamento argumentou que tinha motivos ​​para acreditar que Trump violou a Lei de Espionagem.
Aliados de Trump querem ver a justificativa
Políticos do Partido Republicano pediram a divulgação de um depoimento do FBI mostrando a justificativa para a apreensão de documentos.
Os republicanos estão pedindo a divulgação de informações mais detalhadas que convenceram um juiz federal a emitir o mandado de busca, que pode mostrar fontes de informação e detalhes sobre a natureza dos documentos e outras informações confidenciais. A publicação de tais depoimentos seria altamente incomum e exigiria a aprovação de um juiz federal.
“Acho que a divulgação do depoimento ajudaria, pelo menos confirmaria que havia justificativa para essa busca”, disse o senador republicano Mike Rounds ao programa “Meet the Press”, da NBC.
O Departamento de Justiça deveria “mostrar que esta não era apenas uma expedição de ‘pesca’, que eles tinham a devida razão para entrar e fazer isso, que eles esgotaram todos os outros meios”, disse Rounds. “E, se eles não podem fazer isso, então temos um problema sério em nossas mãos.”
O Departamento de Justiça não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.
Veja os vídeos mais assistidos do g1

Fonte: G1 Mundo