Caminhos de Marcos Valle e Djavan se cruzam, após 50 anos, em álbum em tributo a Carlos Lyra

0
33

Marcos Valle e Djavan se reencontram no estúdio carioca onde Valle faz os arranjos de ‘Afeto’, álbum em tributo aos 90 anos de Carlos Lyra
Reprodução / Facebook Marcos Valle
♪ Em 1973, Djavan ainda era um desconhecido cantor da noite carioca quando, a convite de João Araújo (1935 – 2013), então diretor da gravadora Som Livre, o artista alagoano começou a gravar músicas – como intérprete – para as trilha sonoras nacionais das novelas da TV Globo.
A primeira delas foi o samba Qual é, gravado por Djavan naquele ano de 1973 para a trilha da novela Os ossos do barão (1973 / 1974).
Samba de autoria dos irmãos Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle, compositores incubidos da criação da trilha sonora de Os ossos do barão, Qual é abriu o LP nacional da novela na voz de Djavan.
É por isso que o reencontro profissional de Djavan com Marcos Valle, após 50 anos, é especialmente emblemático. Neste mês de janeiro de 2023, Djavan foi ao estúdio Visom, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), gravar participação em álbum em tributo aos 90 anos do compositor carioca Carlos Lyra, Afeto, disco idealizado e produzido por Regina Oreiro, do qual Valle é um dos arranjadores e produtores musicais.
Na seleção do álbum Afeto, Djavan é o intérprete de Você e eu (1961), canção da parceria de Lyra com o poeta e compositor Vinicius de Moraes (1913 – 1980). “Ficou bom demais!!”, exultou Marcos Valle em rede social.

Fonte: G1 Entretenimento