‘BBB 23’: Participantes são divulgados

0
36

Lista com participantes será divulgada ao longo de toda a quinta-feira (12). Programa estreia na segunda-feira (16). Espaço dedicado ao Big Brother Brasil
Celso Tavares/g1
Os participantes do “BBB 23” começaram a ser divulgados na manhã desta quinta-feira (12). Ao longo de toda a programação da Globo, os nomes dos integrantes das equipes Camarote, formada por famosos, e Pipoca, composta por participantes anônimos, serão divulgados.
Além dos participantes anunciados, dois dos integrantes da Casa de Vidro também entrarão no reality show após votação do público.
‘BBB 23’: Saiba quem são os quatro participantes da Casa de Vidro
O “BBB 23” estreia na segunda-feira (16).
LEIA MAIS: Maior prêmio do reality, música-tema repaginada e novo quadro: o que já se sabe sobre o ‘BBB 23’
Veja lista de participantes:
Camarote
Aline Wirley, cantora
Aline Wirley
Divulgação
Aline Wirley tem 41 anos, nasceu na cidade de São Paulo e foi criada em Cachoeira Paulista, no mesmo estado. Hoje mora no Rio de Janeiro, é casada e tem um filho. Em 2002, depois de vencer um reality musical, tornou-se uma das integrantes da banda Rouge. Antes da fama, estudou teatro, trabalhou como telefonista e como empregada doméstica para se sustentar. Depois que a banda acabou, se “reencontrou” como atriz de espetáculos musicais. Desde 2008, participa de grandes montagens da Broadway e de peças brasileiras, e acumula trabalhos no teatro, na TV e no cinema. Em 2022, participou da segunda temporada do ‘The Masked Singer Brasil’ e, recentemente, uma reunião do Rouge mobilizou uma legião de fãs, que lotou os shows da banda. “Eu virei, sou e sempre vou ser uma Rouge”, comenta
Aline afirma ser uma pessoa intensa, efusiva, tagarela e espalhafatosa, e avisa que não passa despercebida. Além disso, diz ser uma mulher muito resiliente e de muita luz. “Gosto de gente, gosto de viver, gosto de ser feliz, de tomar bons drinks, dar risada, de dançar…”, confessa. Conta que se irrita com o olhar superficial sobre as coisas e deseja que o público tenha a chance de conhecê-la profundamente nessa experiência que considera uma das grandes oportunidades de sua vida.
A “menina do Ragatanga”, como se intitula, afirma que é uma ótima jogadora e quer usar o BBB para mostrar todas as suas facetas. Confessa que tem muitos medos, mas garante que não vai deixar de viver tudo o que tiver que viver lá dentro. “Eu estou prestes a entrar no maior programa do país por conta do Rouge”, declara, emocionada, lembrando da antiga banda.
Pipoca
Paula
Paula, participante da Casa de Vidro do “BBB 23”
Globo
Paula tem 28 anos, e é natural de Jacundá, no Pará. Biomédica, ela trabalha em um laboratório de análises clínicas de sua cidade.
Aos 16 anos, saiu da cidade para estudar em Goiânia e, aos 20, voltou para a terra natal em função das responsabilidades que tinha em casa. Tem muito orgulho de sempre ter cuidado da mãe e de ter pagado a faculdade do irmão. Depois de um namoro de seis anos, está curtindo a solteirice.
Paula destaca como características próprias a alegria e o jeito brincalhão. “Dançar para mim é uma terapia”, conta sobre seu hobby favorito. Tagarela, Paula revela que opina até quando não está diretamente envolvida na situação. Diz ser briguenta e emocionada, mas afirma que com ela “não tem tempo ruim”.
Ela afirma ainda que não gosta de gente que reclama de tudo, e diz que, se mexerem com quem ela gosta, vira “bicho”.
Ao mesmo tempo, considera-se gentil, carinhosa e doce: “Não é porque sou forte que não tenho minhas fragilidades”. Diz que se encanta e se deslumbra muito fácil com as coisas e ama se conectar com as pessoas.
Paula ainda afirma que, no passado, se contentaria com a experiência de participar do programa, mas hoje, acredita que o reality é uma competição valendo tudo ou nada. “Tem gente que quer fama, quer mudar o mundo inteiro; eu só quero esse dinheiro para mudar de vida.”
Gabriel
Gabriel, participante da Casa de Vidro do “BBB 23”
Globo
Gabriel tem 24 anos e é de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Cresceu com pais separados, mas que sempre tiveram uma boa relação. Fez faculdade de Administração em São Paulo, mas com o tempo percebeu que o mundo “terno e gravata” não era para ele. Na pandemia, passou um período no interior e resolveu “virar a chave”. Mudou-se para Florianópolis, começou a investir na carreira de modelo e hoje, além da profissão, administra alguns imóveis da família para complementar a renda.
O participante se considera mais caseiro e não é muito de balada. Ele também prefere curtir momentos na praia e com a família. Revela ser vaidoso e gostar muito de tatuagens. Conta ser bem centrado e um tanto chato com organização. No convívio, pequenas coisas o incomodam. “Estou tentando ser mais paciente para me tornar alguém melhor”.
“Não vim para ser o encrenqueiro do programa. Se pisar no meu pé, vou reagir da forma que achar ideal”, adianta. Em uma discussão, afirma que se posiciona. Considera-se orgulhoso, não abaixa cabeça e não tem medo do cancelamento.
O objetivo de Gabriel é ganhar o prêmio para investir na carreira e garante que não pretende ficar famoso após o programa. “Quero entrar para ficar rico, milionário.”

Fonte: G1 Entretenimento