Aviões de guerra chineses entram na zona de defesa de Taiwan, e Taipei responde

0
42
Pequim aumenta exercícios militares em resposta à viagem da presidente da Câmara dos EUA a Taipei, há uma semana. Governo taiwanês começou a fazer testes com munição real nesta terça-feira (9). Ao menos 16 aviões de guerra da China invadiram a zona de defesa aérea de Taiwan nesta terça-feira (9), uma semana após a visita da presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, à ilha.
Desde quinta-feira (4), Pequim vem realizando manobras militares, as maiores já realizadas nos arredores de Taiwan,
Segundo o Ministério da Defesa de Taiwan, as aeronaves cruzaram a linha do Estreito de Taiwan, que delimita o espaço aéreo dois dois países.
Em resposta, o governo taiwanês também começou a realizar exercícios militares com munição real nesta terça-feira. Segundo o o Exército de Taiwan, os exercícios começaram no condado de Pingtung, no sul, uma parte um pouco mais distante da China, com o disparo de sinalizadores e artilharia.

Fonte: G1 Mundo