Assistidos pelo projeto Acolher em situação de vulnerabilidade econômica recebem apoio assistencial durante pandemia do Covid-19

0
101

A ação tem o objetivo de assistir os egressos do Acolher em situação de vulnerabilidade social por três meses

Assistidos do Núcleo de Atendimento ao Dependente Químico e Famílias – Acolher, da Gerência de Prevenção Contra as Drogas (GPCD) vinculada à Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) irão receber cestas com alimentos básicos durante três meses em virtude dos impactos socioeconômico dessas famílias terem sido agravados durante a pandemia da Covid-19. Na ação serão distribuídas 33 cestas em parceria com a Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas) aos adictos que concluíram o tratamento neste ano ou que ainda estão em processo de conclusão nas comunidades terapêuticas conveniadas com a Seciju.

O gerente de Prevenção Contra as Drogas da Seciju, Ronan Dorneles, fala da importância dessa ação e também da prestação de atendimento da equipe multidisciplinar do Acolher durante período de pandemia, momento esse que expõe ainda mais os assistidos pelo Núcleo às situações de vulnerabilidades econômicas. “É mais uma medida de intervenção e uma forma de dar continuidade à política no pós-tratamento”, reforça o gestor da pasta.

A assistente social do Núcleo Acolher, Adriana Bezerra, complementa dizendo que a ação visa apoiar os adictos durante a pandemia. “Diante do cenário de crise econômica e do quadro de desemprego que estamos passando devido à Covid-19, essa ação é um benefício eventual que busca auxiliar os egressos, além de ser um olhar flexível a causa desses adictos”, explica.

Atendimento durante a Pandemia

Além de oferecer apoio social nesse período de pandemia, a Pasta também promove ao egresso do Núcleo Acolher acompanhamento com equipe técnica multiprofissional por até três meses após o encerramento do cronograma terapêutico. O atendimento contempla um dos eixos de atuação, o da reinserção social, que se materializa por meio da oferta de cursos técnicos, capacitações, inclusão em escolas e no mercado de trabalho dos assistidos pelo Acolher.

O Acolher

É um projeto criado para prestar serviços de acolhimento de pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso ou dependência de substâncias psicoativas em regime residencial, transitório e de caráter exclusivamente voluntário. Oferece apoio à família dos adictos em todo o Estado, dispondo de atendimentos nos eixos da prevenção, tratamento e reinserção social por meio de uma equipe multiprofissional de psicólogo, pedagogo, assistente social e enfermeiro.

A prevenção acontece através de ações em diversos ambientes sociais, o tratamento é ofertado por meio da intermediação de acesso de dependentes químicos às comunidades terapêuticas e a reinserção social é feita através da e articulação junto aos serviços públicos por até três meses, após finalizarem o tratamento, que se materializa por meio da oferta de cursos técnicos, capacitações, inclusão em escolas e no mercado de trabalho dos assistidos pelo Acolher.

Onde buscar atendimento

Localizado em Palmas, na Quadra 704 Sul, Alameda 20, QI 24, Lote 22, ou pelo telefone (63) 3214-6104.

 

Por: Márcia Rosa / Governo do Tocantins