Agentes de endemias retomam ações de combate ao Aedes em Palmas

0
136

Com a importância de manter o controle do mosquito Aedes aegypti, os agentes de combate às endemias retomam seus trabalhos de visitas às casas, mesmo diante da pandemia da Covid-19. Neste ano foram notificados 190 casos de dengue em Palmas, um caso de chikungunya e nenhum caso de zika vírus e febre amarela.

O gerente da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVCZ), Auriman Cavalcante Rodrigues, destaca que para eficiência do trabalho é necessário que a população colabore nessa luta contra o mosquito. “Precisamos do apoio da comunidade, para que ela permita que os agentes entrem nos imóveis para realizar a vistoria necessária”, destaca.

Rodrigues esclarece que os profissionais são devidamente orientados sobre os cuidados sobre o novo Coronavírus. “Todos os agentes têm a sua disposição os equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras, luvas e álcool. Eles estão totalmente aptos ao trabalho, sempre preocupados com a proteção da comunidade e dos próprios agentes”, ressalta.

O gerente ainda orienta sobre a importância da contribuição da população no combate das doenças causadas pelo mosquito. “Os moradores devem fazer vistorias, no mínimo uma vez na semana, nos quintais para eliminar os criadouros, não deixar água parada e vedar bem o lixo. Além disso, manter os lotes vazios e limpos, as piscinas sempre tratadas e ficar atentos aos vasos com água parada, só assim poderemos combater os possíveis focos que podem causar doenças altamente perigosas para a população”, finaliza.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) coloca à disposição da população uma linha telefônica para atender denúncias referentes a casas abandonadas, lotes vagos, roçagem ou possíveis locais que possam servir de criadouro do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. O telefone é: 3212-7917.

 

Dicas de prevenção ao mosquito Aedes aegypti:

  • Evite o acúmulo de água em potes
  • Coloque tela nas janelas
  • Coloque areia nos vasos de plantas
  • Seja consciente com seu lixo, lugar de lixo é no lixo
  • Coloque desinfetante nos ralos
  • Limpe as calhas
  • Uso de inseticidas e larvicidas
  • Mantenha as piscinas e aquários limpos
  • Faça uso de repelentes

 

Por: Redação Semus